Site da Globo denuncia PMU por abastecimento clandestino e veículo a gás de cozinha

15 de abril de 2014

Renato Medeiros Albuquerque enviou fotos pelo VC no G1. 

Foto feita por estudante mostra que galões de combustível ficam armazenados embaixo de uma árvore (Foto: Renato Medeiros Albuquerque/G1)

Foto feita por estudante mostra que galões de combustível ficam armazenados embaixo de uma árvore (Foto: Renato Medeiros Albuquerque/G1)

Um depósito de combustível tem incomodado moradores do município de Upanema, na região Oeste do Rio Grande do Norte. O estudante universitário Renato Medeiros Albuquerque enviou fotos pelo VC no G1 nas quais mostram galões com combustíveis sendo armazenados embaixo de uma árvore. Segundo o colaborador, a compra do combustível é feita de forma clandestina e o terreno pertence ao prefeito Luiz Jairo, do PR.

"Procurei vários órgãos responsáveis e não encontrei nenhuma licença para o funcionamento desse depósito. Lá, fica armazenado um óleo tipo S10, uma derivação do biodiesel, próprio para caminhonetes", acrescenta Renato.

Ainda segundo Renato, o material vem de um posto de combustível de Mossoró, também na região Oeste. "Eles abastecem o depósito durante a noite. Esse tipo de óleo diesel não tem aqui em Upanema e serve para abastecer alguns carros da prefeitura", falou.

Estudante diz que carro da Prefeitura de Upanema é abastecido com gás de cozinha (Foto: Renato Medeiros Albuquerque/G1)

Estudante diz que carro da Prefeitura de Upanema é abastecido com gás de cozinha (Foto: Renato Medeiros Albuquerque)

Renato também enviou imagens de um carro da Prefeitura de Upanema que, segundo ele, é movido a gás de cozinha. "Os motoristas têm medo porque o botijão fica do lado do motor e pode explodir", acrescentou o estudante.

Nota da Redação: O prefeito de Upanema, Luiz Jairo, confirmou a existência do depósito, mas negou que o combustível seja comprado clandestinamente. "Todas essas compras são feitas com licitação", disse. Ainda de acordo com o gestor, a prefeitura aguarda apenas uma licença do Idema (Instituto de Defesa do Meio Ambiente) para que os postos de combustíveis do município possam comercializar o óleo diesel. Sobre o terreno, ele também confirma ser o proprietário do local, mas nega que funcione como depósito - apenas como lugar onde é feito o abastecimento dos veículos da prefeitura. Sobre o carro movido a gás de cozinha, Luiz Jairo recusou-se a comentar a denúncia. Disse que estava a caminho de Natal e que, ao chegar na capital, poderia dar esclarecimentos. O G1 tentou contato novamente com ele, mas o prefeito não retornou as ligações.

Fizeram a obrigação

14 de abril de 2014



Não vou comemorar nem tirar onda com a torcida do Vice da Gama. Ser campeão em cima de time de segunda divisão é obrigação!

Vice-prefeito e vereador não votam nos candidatos do prefeito

9 de abril de 2014

O blog do Anax obteve a informação de que o vereador Gineton Costa – PSD, já teria fechado apoio aos candidatos a deputado federal e estadual. Na ordem, serão Fábio Faria e Galeno Torquato, ambos do PSD. Além dos deputados, Gineton deverá votar em Robison Faria, caso ele seja candidato a governador na próxima eleição. Galeno Torquato é ex-prefeito de São Miguel, cidade do alto-oeste. 

Outro integrante do PSD que também já definiu seus candidatos foi o vice-prefeito Anízio Jr. Sandra Rosado e Larissa Rosado para deputadas e Robison Faria para o governo.


Duas baixas importante nos votos dos candidatos do prefeito, que deverão ser Dr. Leonardo (ou Ricardo Mota) e Zenaide Maia. Não me perguntem quem é Zenaide que eu não sei. 

Tava sem fazer nada...

5 de abril de 2014

O pronunciamento do vereador Aisamaque Dályton (PT) trouxe a baila um assunto que tem sido motivo de muita discussão e causa um sentimento de inoperância e abandono por parte dos poderes responsáveis pela fiscalização do dinheiro público em nosso município. São licitações divulgadas no Diário Oficial de forma obscura, completamente absurda, valores astronômicos, na maioria dos casos sem vigência e em muitos outros complicam mais do que explicam. Se não, vejamos um exemplo fresquinho: ... o Pregoeiro Substituto, torna público que às 09h00min do dia 16 de abril de 2014 (quarta-feira), fará realizar licitação na modalidade PREGÃO, tipo menor preço, para a Contratação de serviços técnicos profissionais para atender as necessidades do município de Upanema/RN, de acordo com o que determina a legislação vigente, a realizar-se na sala da Comissão de Licitação da PREFEITURA MUNICIPAL DE UPANEMA/RN.

Este pregão foi publicado esta semana. Diga-me amigo leitor: o que é que você entende por contratação de serviços técnicos profissionais? Pode ser qualquer coisa! Pode ser qualquer área! Isso abre brecha para fazer o que bem entender com a empresa ganhadora. Será que o objetivo não é justamente esse?

Aí, a Câmara, que deveria fiscalizar o executivo, já deu provas que é na verdade uma extensão do executivo. Tivemos exemplos como a aprovação da CIP, a aprovação sem ler do PCCS, que o prefeito vetou um projeto enviado pelo próprio executivo, etc. Mas, o pior é que quem deveria fiscalizar, não tem moral para isso. Até hoje o presidente não prestou contas do seu mandato. Um mês sequer.

A quem vamos nos socorrer? Ao Ministério Público? Quem é o Promotor de Upanema hoje? A pergunta é pertinente, pois o MP disputa com a Secretaria Municipal de Saúde pra ver quem muda mais de titular da pasta. A continuidade nos processos é prejudicada com essas mudanças, pois até hoje casos que foram denunciados a mais de um ano, ainda não tiveram solução, nem muito menos sabemos se está sendo investigado.

E o que eu tenho haver com isso? Nada! Mas eu tava sem fazer nada...


Vereador Aisamaque cobra transparência do executivo e legislativo

4 de abril de 2014

Hoje,  inicio Sr. Presidente, fazendo referencia ao material produzido pela Controladoria Geral da União – CGU  intitulado “o Vereador e a Fiscalização dos Recursos Públicos Municipais” onde orienta/norteia o papel da Câmara Municipal frente a fiscalização, elaboração e cumprimento das leis de interesse para a vida do município.
Reformulada no ano de 2003 no então Governo do Presidente Lula, a CGU hoje desenvolve papel singular no acompanhamento da aplicação dos recursos públicos,  transparência da gestão e combate à corrupção. Para tanto, criou o Programa de Fortalecimento da Gestão Pública que visa orientar a melhor aplicação dos recursos públicos no âmbito nacional, estadual e municipal.
Observando o que orienta a CGU, vejo que nosso município está  muito longe de atingir os mecanismos legais de controle social e transparência pública, conforme Lei Complementar 131/2009, que obriga todos os entes federativos em liberar ao pleno conhecimento e acompanhamento da sociedade, em tempo real, informações sobre a execução orçamentária e financeira, em meios eletrônicos de acesso público.
Em nossa cidade, não existe esse meio de transparência pública. No site/blog da Prefeitura Municipal existe apenas o nome fictício “Portal da Transparência” mais sem algo mais contido. Nesta casa, já entramos no 14º mês desta legislatura e até agora não se houve falar em prestação de conta, imagine em disponibilização de dados públicos. Sabemos nós que o direito de acesso à informação é um direito humano fundamental e está vinculado à noção de democracia.
È papel desta casa, assegurado na Constituição Federal de 05 de Outubro de 1988,  em seu art. 31 “fiscalizar e acompanhar as ações do poder executivo”, porém, já solicitei por diversas vezes desta casa, copias de processos licitatórios,  mais não obtive êxito. As licitações realizadas pelo poder executivo local, expressam altos valores e em sua grande maioria não contem o prazo de vigência, dificultando assim o entendimento.
Portanto Sr. Presidente,  é preciso fazer o dever de casa e cobrar do poder executivo que se cumpra a lei, assegurando que todo cidadão tenha conhecimento da aplicação de seus impostos, possibilitando maior acompanhamento dos gastos públicos.
Para finalizar, aproveito ainda a oportunidade para lembrar que está semana em todo País fez-se referencia ao triste aniversário dos 50 anos do golpe militar que teve inicio em 31 de março de 1964 e perdurou por um  período de tenebrosas violações da liberdade, dos direitos humanos que deixou milhares de mortos, desaparecidos e torturados e se prolongou por longos 21 anos, até 15 de março de 1985 com a posse do civil José Sarney e a instauração da Nova República.
Bom dia a todos (as), ótimo final de semana e viva a democracia, a liberdade de expressão.

Vale tudo pra separar Henrique de João Maia: torcida, reza, macumba...

Meus amigos...

Depois que anunciaram que Henrique Alves poderá disputar a eleição deste ano ao lado de João Maia, a quantidade de gente de Upanema torcendo para isso não acontecer, não é brincadeira. Principalmente do lado dos bicudos. Qualquer boato sobre um rompimento, sobre um escândalo ou uma articulação que separe João Maia de Henrique é comemorado como verdade. Mas, acho que o mais correto é vontade, esperança, desespero.Gente que falou demais, vomitou acusações sem necessidade, cuspiu pra cima, hoje tá vendo cair na cara e, o pior: vai ter que engolir. Ecaaaaa!

Parece os anti-flamengo de tanto secar.

Enquanto isso... Eu vou aqui curtindo de camarote!

Mais famílias devem "abrir" do prefeito nesta eleição

3 de abril de 2014

Pelas nossas conversas e pelas andanças que fazemos, temos informação de várias famílias upanemenses que votaram no prefeito (pela primeira vez ou não) que estão com um chá coado, esperando o prefeito ir pedir voto nessa próxima eleição. A conversa é uma só!

A insatisfação se refletirá nos votos dos candidatos que o prefeito apoiar. Não tenho dúvidas!
A onda azul vem aí!

Mais um expoente da família Carlos declara rompimento com Luiz Jairo

2 de abril de 2014

Depois dos empresários Amon Carlos e Alindo Carlos, agora foi a vez de Antonio Carlos, grande expoente da família também declarar o rompimento com o prefeito Luiz Jairo. Antonio Carlos tem grande influência na família e fez uma declaração de apoio aos irmãos, demonstrando que a grande maioria da família não concorda com o posicionamento do vice-prefeito Anízio Jr. em apoiar Luiz Jairo. Antonio Carlos chegou a chamar o vice-prefeito de "inocente útil", afirmando que ele está sendo usado pelo prefeito.

A declaração de Antonio Carlos foi feita no blog do Professor Josiel e podem ser lidas abaixo. Os três irmãos representam o sentimento da maioria da família. Sem dúvida. Aliás, essa não é a primeira grande família que anuncia o rompimento com o prefeito. Temos conhecimento de várias. O sentimento de que se esperava uma coisa e o que está acontecendo é uma administração de "vida digna para alguns" está repercutindo em todos os recantos de Upanema. Está claro que só um grupo familiar está se beneficiando dos cargos, serviços e privilégios da PMU. Um grupinho fechado que não abre mão de nada pra ninguém. Some-se a isso, a falta de capacidade administrativa do quadro que auxilia o prefeito. O resultado começa a aparecer com a insatisfação daqueles que votaram e até agora não viram a mudança chegar. A não ser para esse grupinho.

Anônimo Antonio Carlos disse...
Quero através de seu blog me solidarizar com meus irmaõs Amon e Arlindo em seus comentários a respeito da declaração do Vice Prefeito que repito não tem o apoio da maioria da família o atual prefeito está usando-o como inocente útil mas nós estamos atentos.
1 de abril de 2014 20:35

Quem é o mentiroso?

O blog do Anax e o Jornal de Upanema foram alvos de muitas críticas e acusações quando publicamos que membros da família do vice-prefeito Juninho estavam insatisfeitos e prestes a romper com o atual governo. A incompetente Assessoria de Imprensa da PMU não perdeu tempo de preparou uma matéria descendo o sarrafo neste blogueiro (autor da matéria para o Jornal de Upanema) com as falas do prefeito e vice-prefeito rechaçando qualquer verdade na mesma. Como não divulgamos as fontes, a pedido das mesmas, passamos por mentiroso para alguns, apesar de publicarmos resposta a altura, quer dizer, mais alto ainda para os acusadores.
Agora, esta semana, os amigos Amon Carlos e Arlindo Carlos, tios do vice-prefeito Anízio Jr. publicaram os comentários abaixo, no blog de Josiel, na matéria em que Juninho diz que vai continuar de braços dados com Luiz Jairo. Veja os comentários:
Amon Carlos disse...
*        Prezado Professor Josiel.como membro da família do vice prefeito que declarou em seu blog apoiar reeleição do atual prefeito, quero afirmar que tal decisão não corresponde hoje o que pensa a maioria da família por motivos que toda sociedade já tem conhecimento falta de absoluta de prestigio sem direito a participar da administração no aspecto politico, administrativo na prefeitura não lhe dispoê uma cadeira para que Ele se sente um telefone, autoridade para requisitar qualquer serviço de uma Secretaria nomear para qualquer cargo até o mais simples e muito mais consideração e atenção porque a família não precisa de emprego na prefeitura quero para terminar responder que o time está ganhando mas só existe um lado do campo e todos no ataque e o outro nem defesa tem
30 de março de 2014 18:11
Anônimo ARLINDO CARLOS disse...
As declarações feitas pelo vice-prefeito, Anísio Júnior, dando conta de que continua a dar respaldo a administração do Sr. Luiz Jairo, e, consequentemente, a sua reeleição em 2016. Essas declarações são por demais extemporâneas. Como é do conhecimento de toda POPULAÇÃO, o desprestígio, a falta de atenção e consideração que o sr. Luiz Jairo tem para com a família CARLOS É ALGO ACIMA DO NORMAL. O vice-prefeito não tem sido ouvido em coisa nenhuma, não tem tido a oportunidade de indicar um gari, um pastorador de praça, um lavador do mercado público. O desprestígio e a falta de compromisso têm sido fato prioritário na atual administração. O que Júnior falou, não reflete a totalidade da família, Solidarizo-me com todas as afirmações feitas por Amon, concordo em gênero, número e grau.
30 de março de 2014 18:29


Lembrando que a matéria do Jornal de Upanema foi publicada em 05/08/13. Para quem quer relembrar o que foi dito na época sobre o que publicamos, colocamos os dois links abaixo. Tem as matérias e os comentários. A intenção é só reforçar quem falou a verdade e quem é o mentiroso dessa história.